//
você está lendo...
música

Mais pesado que tudo!

Após ler Heavier Than Heaven – Mais Pesado Que o Céu, a obra prima de todos os livros que já saíram contando a vida de Kurt Cobain, líder de uma das bandas mais fodas que já existiu. O leitor tem a impressão de que entende o que se passava dentro da cabeça do ex-nirvana, Ex um cacete! Do líder do NIRVANA. Mas não é bem assim.

Antes que comecem a jogar as pedras lembrem-se que eu escrevi logo aqui acima que é uma obra prima de biografia e estou falando sério quando digo isso. Charles Cross dá uma bela de uma destrinchada na vida de Cobain, desde a sua infância problemática com sua família, chegando à formação da banda, vício na heroína, até chegar ao topo do mundo. De modo algum posso dizer que a narrativa sobre a vida de Cobain feita por Cross seja mentirosa, tendenciosa ou coisas do tipo. Mas querendo ou não (e aí o cara pode ser amigo, irmão, pai, filho ou espírito santo do biografado) tem coisas que ou não entram no livro por conta de acordos, ou o cara acha melhor não escrever sobre o assunto, ou antes da obra sair cortam algo que não acharam interessante estar lá. Várias coisas acontecem, mesmo que o cara jure de pés junto que não omitiu nada ou que não inventou nada, você não é ele pra saber disso.

Porém, se você tivesse a oportunidade de ouvir ou ler do próprio Kurt Cobain algo sobre a história do Nirvana? Onde foi que eles estavam quando surgiu o nome? O que foi que ele falou pros outros? E aí meu amigo, somente quem estava lá é que pode lhe dizer algo do tipo.

E se você tivesse a oportunidade de ler algo nesse estilo?

 

Capa de um dos cadernos usados por Cobain para seus escritos

Legal né?

Essa foto foi tirada de um livro chamado Kurt Cobain – Journals. Este livro nada mais é do que os diários pessoais de Kurt Cobain digitalizados e impressos em conjunto numa mesma obra. Todos os textos, desenhos, anotações, piadas, críticas, desabafos, etc. São feitos pelo Kurt em pessoa. Suas viagens, idéias para músicas, figurino de videoclipes, anotações de shows, reuniões com membros da banda para discutir assuntos específicos… Tá tudo reunido em um só lugar. Pode até ser que mesmo autorizando a publicação da obra algo tenha ficado de fora, mas pelo menos tudo o que encontramos escrito nessa publicação não foi escrito por alguém que acompanhou a vida de Kurt, ou muito menos por um fanático pelo Nirvana, ou pela Yoko Ono, Não! Aqui quem vai ditando o ritmo da sua leitura é o próprio Kurt. Mandando ver nas letras e falando aquilo que pensa.

Se você tiver a oportunidade de adquirir a obra, faça um favor a você mesmo e compre-a. Desconheço que exista uma tradução, seria um tanto quanto impróprio (até que poderiam colocar a foto escaneada com o texto ao lado entre aspas) acho que tiraria a vida daquilo que está eternizado nessas páginas. Logo abaixo coloquei fotos de algumas páginas do livro, vale muito a pena. É só clicar em cada uma delas pra aumentar o tamanho e poder dar uma lida nos trechos.

 

 

Nota deixada para Dave Crover, baterista do Melvins. Banda que teve importante influência para o Nirvana

 

Nosso último e decisivo nome é NIRVANA

 

A primeira figura da esquerda nem precisa ser comentada. As outras? Dá uma olhada no clipe abaixo

 


 

Discussion

No comments yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: